assim está escrito, que o Messias havia de sofrer e ressuscitar

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 24, 35-48

assim está escrito, que o Messias havia de sofrer e ressuscitar

A frase do evangelho: “assim está escrito, que o Messias havia de sofrer e ressuscitar” é curiosa e muito sintética da nossa fé. Poderíamos resumir aquilo em que acreditamos na ideia vivida de que, como Jesus, entendemos (mais ainda, acreditamos e vivemos) que todo o sofrimento que a existência acarreta não é a última palavra. Convínhamos que em alguns redutos, incluindo religiosos, esta frase aparece truncada e apenas: “Assim está escrito, que o Messias havia de sofrer…”. Ora é uma afirmação não truncável, porque a Páscoa está a acontecer. Agradeçamos e vivamos em alegria a última parte não descartável, que ilumina a primeira: “…e ressuscitar”.

JP in Espiritualidade Frases 18 Abril, 2021

prciso que precisem de mim?

Há uma pergunta que nos deve ocupar, principalmente aos mais ativos na (pseudo)caridade: “faço isto porque os outros precisam ou porque preciso que os outros precisem de mim?…”

JP in Frases 16 Abril, 2021

pecado original

Impressionante como Chardin, já no início do século, intuia a força não literalista do pecado original: o Livro do Génesis não aponta o erro da transgressão mas  o sublinhado do risco, do custo, dos limites e da incompletude da amorosa criação humana…

JP in Espiritualidade Frases 14 Abril, 2021

relações…

Martin Buber, o grande filósofo judeu, introduz-nos num acutilante relacionismo, de carácter não substancialista. “Eu sou porque tu és”. Não é uma radical novidade (a pessoa, depois de Tomás de Aquino, já se entrevia como uma relação) mas rediz-nos com linguagem de século vinte a cumplicidade entre o eu e o tu.

JP in Frases 12 Abril, 2021

Meu Senhor e meu Deus!

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Jo 20 19-31

Meu Senhor e meu Deus!

Nesta aparição aos apóstolos, é bom compreender que o ressuscitado é o crucificado (com as suas chagas). Jesus aparece no medo do túmulo fechado em que os seus amigos se encontravam. Talvez Jesus experimente e nos comunique que a paz se encontra ‘indo até ao fim’, no amor. Notar também essa personagem de Tomé que nos deixa o dilema de crer para ver ou de ver para crer. Tomé somos todos nós e irmana-nos e dá-nos alento uma fé que parte – como no nosso caso – da dúvida explicitada…

JP in Espiritualidade Frases 10 Abril, 2021

ser eu

Há inspirações do existencialismos que me animam. Gosto muito e inspiro-me como dádiva face à máxima de Simone de Beauvoir: “aceito a grande aventura de ser eu…”

JP in Frases 8 Abril, 2021

vazio e novidade

O conceito de vazio é sedutor, misterioso e complexo. O vazio temporal remete-nos para o seu avesso, para a eternidade, cheia de tempo. O vazio espacial leva-nos ao infinito cósmico. O vazio interior, por sua vez, é o passaporte do acolhimento do outro e da novidade que se nos abre…

JP in Frases 6 Abril, 2021

o nosso coração queimava

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 24, 13-35

A Páscoa é sinal de passagem e de transformação de vida, como quando uma lagarta vira borboleta e trata de colorir o mundo. Isso fervilha o coração. Assim “borboletemos” nós. Boa Páscoa!

JP in Espiritualidade Frases 4 Abril, 2021

Inclinando a cabeça, entregou o espírito

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Jo 18. 1-19

Inclinando a cabeça, entregou o espírito

São muitos os olhares pascais que se podem vislumbrar em sexta-feira Santa. A experiência é múltipla, íntima e rica. Podemos focar a entrega amorosa de Jesus na cruz nessa atitude interior de rendição, de abandono de si. Cada um de nós vai sendo convidado “a morrer assim”, inclinando a cabeça e entregando o espírito. Pode servir de metáfora inspiradora para a morte propriamente dita, que está já a acontecer nas nossas células e que se consumará biológica e sistemicamente, um dia. Mas inspira-nos igualmente para essas mortes banais do dia-a-dia que, na Fé, são sempre penúltimas experiências. Viver as pequenas e grandes mortes como penúltimas experiências é a esperança e a confiança do cerne daquilo em que acreditamos… e que somos convidados a viver…

JP in Espiritualidade 2 Abril, 2021

livro aberto e docência

O dinamismo da profissão de professor presta-se pouco a fechos e a sínteses, sendo mais coerente falar em portas e caminhos que se abrem. Esta é uma atividade gozosa, precisamente por ser um radical e constante livro aberto…

JP in Educação Frases 30 Março, 2021