moral sexual e consciência

Era interessante robustecer os cristãos com ferramentas que permitissem um discernimento sério e profundo para um verdadeiro desenvolvimento da sua consciência pessoal, mais do que ditar prescrições rígidas mais ou menos infantilizantes. Estas cartilhas, em muitos casos, não ajudam mas antes bloqueiam o acesso das pessoas à melhor felicidade, reduto último da religião. Os assuntos de sexualidade, incluindo o uso do preservativo, são muitas vezes discutidos numa ridícula estrada de «sim ou não», que não corresponde a uma colocação séria do problema. A questão da consciência pessoal (e/ou diante de Deus, para os crentes) parece ser o elo mais crucial mas o menos abordado em muitos discernimentos, nomeadamente os que se prendem com as questões da sexualidade. Para formar esta consciência, porém, a religião terá de trabalhar mais e melhor a sua catequese. A «gestão» da nossa sexualidade é assunto tão fascinante quanto complexo e muitos cristãos estão suspensos ou mesmo «entalados» entre propostas moralistas, cujo verdadeiro significado não entendem, e uma proposta facilitista, que se joga na contemporaniedade e que entra pela televisão e por outros média. Ao ser menos prescritiva em algumas questões de moral e tentar formar a consciência global e profunda dos crentes, a Igreja poderia arriscar outro caminho, igualmente exigente mas ‘de dentro para fora’, escolhido e assumido por cada um. Esta postura baseia-se numa antropologia mais «confiante» no homem. Por vezes, parece haver medo da «desregração», mas, assim como nas famílias educar não é controlar, a moral católica poderia ser menos retalhada e mais baseada em princípios gerais de fraternidade, respeito por si próprio, pelos outros e pela vida. Seria o desfecho de consciência pessoal, sempre confrontável com acompanhamento espiritual, que determinaria a liberdade no amor de cada homem e mulher. Intui-se até que, se fosse bem construída esta formação, capaz de ler e integrar o património de cultura, fé, psicologia e sociologia que forma a consciência, as escolhas dos cristãos seriam mais interiorizadas. Não se trata de “baixar a fasquia”, mas de a propor num caminho ancorado internamente, em vez de o impor moralisticamente…

JP in Educação Espiritualidade 6 Agosto, 2020

autoridade na educação

A autoridade é essencial nos dinamismos educativos. A autoridade não nasce magicamente da função, não é dado adquirido e é, em certo sentido, pouco vinculável pela palavra. É antes uma consequência natural de uma forma de ser, coerente, lúcida e eficaz. Autoridade, convém sublinhar, é um conceito diferente, se não mesmo contrário, a autoritarismo (abuso prepotente do poder).

JP in Educação Frases 2 Julho, 2020

exames nacionais

Os exames nacionais, apesar das suas idiossincrasias, são importantes. Entre outras coisas, podem contribuir, de alguma forma, para uma minimização do tão batido (às vezes demasiado verbalizado, mas real) facilitismo. Pode dizer-se que é quase injusto e que não é fácil para as criancinhas (ironizo propositadamente) serem avaliadas, em duas horas, pelo que aprenderam durante um ano. Mas perante estas lamúrias, pergunto: quem disse que a vida era fácil?

JP in Educação Frases 2 Junho, 2020

dar menos

O professor tenta gerir com sabedoria, dedicação e firmeza as ajudas que oferece. Quanto melhor gerir essas ajudas (por vezes usando-as menos), melhor poderá contribuir para que o aluno conquiste a sua autonomia. Dar menos, às vezes, é virtuoso pedagogicamente…

JP in Educação Frases 2 Março, 2020

massificação do ensino

O nosso ensino está massificado, como resultado de uma democratização educativa que nos deve orgulhar, mas que teve e tem o seu custo. A todo o instante temos ainda de amortecer o impacto negativo da massificação e requalificar o processo educativo. Em alguns casos, qual movimento pendular, há que fazer alguns recuos…

JP in Educação Frases 4 Fevereiro, 2020

centralidade do aluno

Discute-se muito a centralidade do aluno na prática educativa. No plano teórico e essencial, é incontestável que o aluno é o centro. Também muita reflexão se faz sobre a complexidade da educação e as suas múltiplas interacções sociais que levam a «escola muito além da escola». Poderá ter rótulo de certo conservadorismo mas são cruciais a aula e o(a) professor(a), este(a) com o seu estilo, conhecimento, entrega, protagonismo e, sobretudo, com o seu carisma.

JP in Educação Frases 10 Janeiro, 2020

três movimentos do diálogo

Os dia-logos com o outro, no âmbito religioso, cultural e até em relações humanas entende-se bem numa viagem de três momentos: 1- a minha casa (reconhecer-me, percecionar-me, conhecer-me internamente); 2- saída de casa (para acolher o alter diferente, que me pode completar e fazer crescer); 3- regresso a casa (diferente, tonificado pelo diálogo, enriquecido…).

JP in Educação Espiritualidade Frases 26 Dezembro, 2019

adolescência e poder dos pais

Recordo com particular simbolismo o dia em que, numa brincadeira corporal bastante física com os meus dois filhos maiores, eles os dois, ao contrário do que acontecia até então, me imobilizaram e dominaram. Estavam maiores e mais fortes que eu. Pensei e disse a mim mesmo: “se fosse o poder e a força que norteassem a nossa relação, esta começava a declinar-se a partir daquele momento”. É um pouco neste sentido que ouso dizer que a turbulência da adolescência se trabalha na infância, precisamente por via do treino do diálogo e do despoder… As pedagogias mais baseadas na força e no poder padecem de futuro livre…

JP in Educação Frases 6 Dezembro, 2019

tecnologias e educação

Fala-se hoje, com legitimidade, na revolução das tecnologias. A inteligência artificial apresenta-se como “quarta revolução”. Não só no ensino, mas na vida de todos nós, o computador e as potencialidades associadas a todo o futuro tecnológico e algorítmico são uma realidade incontornável.  Há inúmeras vantagens pedagógicas para aquilo que se ensina com recurso a tecnologias. Mais ainda, no que concerne ao trabalho (por vezes tão burocrático) dos professores, pode ainda ampliar-se enormemente a entrega à máquina do que é rotina, libertando-se o homem para o homem e, concretamente, o professor e o aluno para a relação pedagógica. No entanto, moderação no entusiasmo: as famigeradas TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) não são, defenitivamente, a panaceia para os principais problemas e desafios que se colocam à educação…

JP in Educação 4 Dezembro, 2019

conflituar

É importante ir crescendo na arte de conflituar: aprender técnicas de comunicação, escutar, não subir o tom de voz, procurar ‘terceiras vias’, não derivar assuntos, abordar um tema de cada vez, etc. Saber conflituar favorece muito as relações e as organizações. Não conflituar será sempre arriscado, alimentando potenciais bombas, que rebentarão, para dentro ou para fora de mim…

JP in Educação Frases 14 Novembro, 2019