eis o Cordeiro de Deus

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Jo 1, 29-34

«eis o Cordeiro de Deus»

 

A expressão “eis o cordeiro de Deus” é atribuída a João Batista, o dizente de Jesus. Os Judeus tinham o hábito de matar um cordeiro como expressão sacrificial a Deus. Jesus como cordeiro, convoca continuamente as raízes judaicas mas apresenta algumas descontinuidades relevantes: não precisamos mais de sacrifícios de animais para agradar a Deus (o próprio Cristo simboliza essa entrega) e o sacrifício que importa para Deus é o amor que a vida de Jesus testemunha. “Cordeiro de Deus” é uma frase frequente na eucaristia e aponta para celebrar a mais nobre e inspiradora entrega, aquela de morrer por amor. Em semana de particular intensidade para a unidade dos Cristãos, une-nos esta essencialidade à volta da entrega de Cristo, que nos pode tornar precisamente seguidores de Cristo, precisamente cristãos…

JP in Espiritualidade Frases 18 Janeiro, 2020

o Senhor abençoará o seu povo na paz

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 28

«O Senhor abençoará o seu povo na paz»

 

As afirmações bíblicas que apontam tempos verbais futuros situam-se muitas vezes no dinamismo da Promessa. “Ele nos abençoará”, diz o salmista, confirmando que, apesar da fragilidade humana e da contingência associada à possibilidade do mal, Deus está connosco. O modo como Deus nos abençoa tem um cunho específico, que é o cunho da paz. Poderemos sintetizar: “se vem de Deus, traz paz e consolação constantes”. Podemos entender esta paz em dois sentidos: a paz que é o próprio Deus e a paz em que devemos estar para O acolher. O fluxo da paz implica proatividade e tem um enorme potencial nas relações humanas, constituindo-se como um ideal vivível, de tal forma que os que estão mais próximos de nós nos podem experimentar como sinais de paz…

JP in Espiritualidade Frases 12 Janeiro, 2020

centralidade do aluno

Discute-se muito a centralidade do aluno na prática educativa. No plano teórico e essencial, é incontestável que o aluno é o centro. Também muita reflexão se faz sobre a complexidade da educação e as suas múltiplas interacções sociais que levam a «escola muito além da escola». Poderá ter rótulo de certo conservadorismo mas são cruciais a aula e o(a) professor(a), este(a) com o seu estilo, conhecimento, entrega, protagonismo e, sobretudo, com o seu carisma.

JP in Educação Frases 10 Janeiro, 2020

400 posts no Dias Pares

Volvidas cerca de quatrocentas colocações, algum tempo depois da ‘primeira pedra’ do blog “Dias Pares”, agradeço a todos os que, com alguma paciência, passam os olhos por estas palavras. Estou consciente de que o escrever é principalmente uma purga pessoal, não raras vezes vaidosa. Com o tempo, porém, há um tónus de simples largar letras, sem agenda nem intenção. A maior autocrítica que faço a este espaço é uma assumida simplificação. A lógica das pequenas frases, dos poemas fugidios, dos textos curtos, tem um lado irrealista: é que a vida, sobre a qual escrevo, é complexa. Ao fugir da profundidade especulativa, admito render-me a que apenas com poucas palavras vou fintando as complexidades da existência humana. Um dia, quando for maior, terei este espaço tecido apenas de silêncio…

JP in Frases 6 Janeiro, 2020

ouro, incenso e mirra

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Mt 2, 1-12

«ouro, incenso e mirra»

 

Os presentes dos reis magos a Jesus podem apresentar uma simbologia curiosa na epifania: o ouro era um apontamento dos reis, o incenso era usado para louvores a Deus e a mirra ajudava no embalsamento dos corpos. Esta tríada de rei-Deus-morte pode ser útil para uma aproximação cristã: em Jesus Cristo está, na nossa fé, um Rei especial que é filho de Deus e que é precisamente Rei, de forma original, por servir amorosamente até à morte (e, assim, libertando a morte e libertando da morte). Estes presentes dos magos são presentes a Jesus mas, igualmente, são presentes para nós…

JP in Espiritualidade Frases 4 Janeiro, 2020

o dia teima em nascer

É impressionante a forma como o dia teima em nascer. Podem existir nuvens, dentro ou fora de nós, mas o Sol é teimoso e, de forma mais ou menos visível, dá-nos energia, luz e vida. Esta constatação, bastaria para tecer a nossa esperança…

JP in Frases 2 Janeiro, 2020

revesti-vos da caridade

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Col 3, 12-17

«Revesti-vos da caridade»

Um bom propósito para este tempo natalício (e para todos os dias…) é revestirmo-
nos de caridade. Se quisermos, vestirmo-nos de caridade. De manhã, quando acordamos, vestimo-nos, antes de sair de casa. A roupagem da existência, que nos aconchega é, por excelência, a roupa da própria caridade. O apóstolo Paulo ajuda-nos a escolher as cores e os feitios desta roupa de caridade: misericórdia, bondade, humildade, mansidão e paciência. É esta a roupa que nos cai bem, é esta a roupa da harmonia, é esta a roupa que não nos deixa sós, nus e com frio, é esta a roupa que espelha a beleza prévia que sempre sopra…

JP in Espiritualidade Frases 28 Dezembro, 2019

três movimentos do diálogo

Os dia-logos com o outro, no âmbito religioso, cultural e até em relações humanas entende-se bem numa viagem de três momentos: 1- a minha casa (reconhecer-me, percecionar-me, conhecer-me internamente); 2- saída de casa (para acolher o alter diferente, que me pode completar e fazer crescer); 3- regresso a casa (diferente, tonificado pelo diálogo, enriquecido…).

JP in Educação Espiritualidade Frases 26 Dezembro, 2019

Natal amanhã, Natal hoje

Se vai nascer, seja o que for, em certo sentido, já nasceu e nascerá. Há grande parte dos sonhos que já são realidade em movimento brotante, antes mesmo de se desvelarem na história do tempo.

JP in Espiritualidade Frases 24 Dezembro, 2019

o próprio Senhor vos dará um sinal

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Is 7, 10-14

«O próprio Senhor vos dará um sinal»

Em tempos de Advento as leituras bíblicas colocam ênfase nos 
sinais que Deus deu, dá e dará ao seu povo. A nossa esperança reside na fé mas há sinais que vão confirmando os nossos passos, amparando os nossos “mergulhos”, dando luz aos nossos “saltos no escuro”. Há sinais à nossa mercê que precisam dum trabalho dos nossos olhos. Assim como quem pega num grão discreto de areia e nele pode ver cristais de beleza impressionante, também todos os rostos humanos, mesmo os mais rudes, são sinais de um Deus que criou, está a criar e assiste todos os homens.

JP in Espiritualidade Frases 22 Dezembro, 2019