três elementos das religiões

Há uma chave de leitura do fenómeno religioso que nos pode ajudar a um olhar mais lúcido e que se foca em três elementos essenciais: sentido último (finalidade e teleologia), pauta moral (apontamento de condutas) e rituais (que vinculam à vida e ao cosmos).

JP in Espiritualidade Frases 26 Setembro, 2019

nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se II Gal 6, 14-18

«nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura»

Paulo, a quem devemos a institucionalização da Igreja, com as suas vantagens e custos (…), apresenta-nos nas entrelinhas uma proposta cheia de valor dialogante e de potencial inter-religioso: “nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura”. O que estaria em causa naquela comunidade era, precisamente, o (sobre)valor dos rituais e das externalidades. O que Paulo nos diz, é que o que tem valor, é a abertura à novidade. Acrescento eu: é a abertura ao outro, à outra cultura, à outra religião, ao outro veículo que, acreditamos, caminha na mesma estrada ou, pelo menos, para o mesmo fim…

 

JP in Espiritualidade Frases 6 Julho, 2019

louvado sejais, Senhor, pelos povos de toda a terra

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 66

«Louvado sejais, Senhor, pelos povos de toda a terra»

O salmo que hoje se reza nas celebrações católicas romanas tem um significado de grande potencial contemplativo, dialogante e ecuménico: «Louvado sejais, Senhor, pelos povos de toda a terra». Um olhar profundamente universal, positivante e generoso sobre todas as pessoas e todas as realidades, é, desde logo, pacificador. Tomar o outro e os outros povos, não como obstáculos mas como alavancas do meu crescimento e da minha liberdade, é uma porta que se abre. O grande caminho, que vai rasgando novos horizontes no mundo, é o de me abrir ao outro, à sua cultura e à sua religião, no sentido de valorizar, na diferença mas no respeito radical por essa diferença, o que é “louvável” na sua existência…

JP in Espiritualidade Frases 26 Maio, 2019

religião e religiões

Nunca foi tão urgente como hoje a abertura francamente dialogante às outras linguagens e aos outros olhares sobre o mundo. Diz bem Justin Smith, grande historiador das religiões: “quem só conhece a sua religião não sabe o que é a religião…”

JP in Espiritualidade Frases 6 Março, 2019

a plenitude que irradia e as religiões

A plenitude, que não é a totalidade, não pode ser possuída. É próprio da plenitude não se fechar nem se conter, antes irradiar. Nesta linha, as religiões terão grande ‘trabalho de casa’ para fazer, pois, não raras vezes, se entendem a si próprias e se vivem como um monpólio, que nunca é nem será seu…

JP in Espiritualidade Frases 4 Janeiro, 2019

cristão anónimo

Foi e é ainda polémica a famosa expressão do teólogo Rahner ‘Cristão anónimo’. Há quem ache que esta expressão tem um tom algo ofensivo, concretamente para os ateus que, em critério simétrico, poderiam invocar o “ateu anónimo” que existe em cada um dos crentes.  Talvez melhor ‘a pessoa autêntica não religiosa’, que procura a retidão, a bondade, a justiça e que, nas suas circunstâncias e possibilidades, realiza um mundo melhor. Quantos admiráveis caminhantes neste perfil!

JP in Espiritualidade Frases 26 Novembro, 2018