Espectro

Espetro

 

O espetro

é esperto

pois diz

o que é

a sua raiz.

A luz,

acertada,

dança

com matéria,

na esperança

de ir perto.

O que sai

dessa dança

é coisa

bem séria:

dançam

os átomos,

com a radiação,

o espetro

te dá

a informação.

Transporta

consigo

o que é,

donde vem,

e dados

escondidos

que vão

mais além.

O teu espetro,

óh humano,

o outro

é que sente,

não é improviso.

Sincero, a metro

teu espetro

de gente

será

um sorriso…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 22 Fevereiro, 2022

energia livre

A capacidade preditiva em ciência é um dos seus grandes trunfos. Há critérios de tendência para energia mínima e de tendência para entropia (grau de desordem, grosso modo) máxima. Determina crucialmente a ocorrência ou não de um processo saber qual a “energia livre” posta em jogo…

JP in Ciência Química 30 Dezembro, 2021

Sal da terra

Sal de terra

 

Gostava de ser

cloreto de sódio!

Sal da terra

assim dizia Vieira.

Dar sabor,

metido,

ser solução.

Sem sal,

corrupção,

sem sal,

não há paladar.

Gostava de ser

cloreto de sódio.

Ião sódio,

ião cloreto.

Assim, sal,

me meto

no mundo.

Dissolvo-me,

confundo

mas não

vou ao fundo…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 22 Novembro, 2021

Reacção

Reação

 

Sou química.

O meu desejo maior

é o de me

transformar.

Planta

que morre

cresce.

Assim acontece

se me deixo

transformar.

Sou química…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

JP in Ciência Poemas Química 16 Setembro, 2021

declaração de amor radical-naturalista

Com alguma ironia e assumindo aqui um tom caricatural (quase nunca favorável ao diálogo), imagino assim a declaração amorosa de um radical-naturalista, para quem tudo se reduz, em última análise, aos átomos e moléculas que somos: “Teu cabelo tem enxofre que dava para curar umas pipas de vinho, teu cálcio dos ossos e dos dentes vale como uma pedra da calçada, teu ferro da hemoglobina, dava para fazer um prego, o cloro dos teus sais, desinfetava uma piscina. Teu hidrogénio, oxigénio e carbono, davam um belo sabonete. Por essa utilidade te amo…”

Hidrogénio

Hidrogénio

 

O hidrogénio

é leve, leve.

Anda

por todo lado.

Sozinho,

melhor,

aos pares,

é bastante

utilizado.

Nesse caso,

atenção,

pois pode

dar explosão,

sendo isso

quase certo

se houver

oxigénio

por perto.

É perigoso

se provocado

(quem não é…)

como nós,

uma qualquer

ignição…

pode gerar

confusão…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 30 Junho, 2021

Hibridização

Hibridização

Na química,

os aromas mais nobres

são com eletrões de ninguém.

É tal ressonância

que emana

e se espalha em doação.

Na química,

como na química da vida,

é a partilha,

é a não pertença

que nos perfuma…

2019

JP in Ciência Poemas Química 24 Fevereiro, 2021

Reduzido

Reduzido

 

Toma lá,

dá cá,

electrão

já cá está.

Eu fico,

reduzo,

tu perdes,

oxidas,

tu largas

eu uso

electrão,

saltitão.

Reduzi,

oxidei-te

e daqui em

diante

serás oxidado,

e eu

oxidante.

Recebi,

reduzi,

mas também

te oxidei,

lei da vida

é assim:

recebi,

também dei…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 22 Janeiro, 2021

química dual e eu

A Química é mesmo uma ciência dual: empírica mas racional, pragmática mas puxando pela imaginação. A Química, ao mesmo tempo, estuda objetos mas cria objetos, aproxima-se de leis gerais mas pulvilha-se de excepções. Talvez por isto goste de Química… porque também eu sou assim…

JP in Frases Química 18 Janeiro, 2021

Tiulada

Titulada

 

Pim, pim

cai,

assim,

na solução,

pim, pim

rumo

à neutralização.

No fim,

se indicador

se intromete,

nem sempre

vale

o pH sete.

Gráfico

escada,

subida,

escala andante.

Valor encontrado:

Sabia-se o titulante

Sabe-se o titulado…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 26 Outubro, 2020