Deus e o amor

No jogo limitado das palavras, vendo bem, ironicamente, há uma coisa que Deus não supera: o Amor. Porquê? Porque Ele mesmo é o Amor.

JP in Espiritualidade Frases 4 Fevereiro, 2021

por ti ou por mim?

Na jornada existencial cristã há uma pergunta de fundo: “quando faço algo por alguém, é por esse alguém, ou, no fundo, por mim próprio?”. A questão tem que se lhe diga, nomeadamente no plano psicológico. A nossa condição de carentes não nos permite saídas fáceis.  A terceira via abre uma pista: nem só por mim, nem só por ti mas, comigo e contigo, ‘por Deus’. Este é o âmago da mais profunda conversão… e está em constante processo…

JP in Espiritualidade Frases 16 Dezembro, 2020

Quando é que Te vimos com fome ou com sede?

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Mt 25, 14-30

Na tradição cristã adquire muita força o reconhecimento de Deus nos outros. A própria ética de lastro judaica, elaboradíssima por filósofos como Levinas, centraliza “o alter” como reduto sagrado e intenso. Nas palavras do Evangelho, é o próprio Deus que tem sede na sede dos homens e dar uma pinga de água a alguém é molhar a boca do próprio Deus. Para as pessoas mais distraídas, mesmo que voluntaristas e com algum potencial-cisterna, como é quem que escreve estas palavras, este desafio pede muita atenção às sedes do mundo. Onde estão os que precisam de água? Como se manifesta a sua sede?…

JP in Espiritualidade Frases 22 Novembro, 2020

“deus tapa-buracos”

Dar sentido à vida não é só conhecer e compreender com a razão o que se passa à nossa volta. A religião continua a ter sentido porque, para quem acredita, sem ela faltaria sentido a muita coisa. Este facto, porém, não invalida que, no passado e, infelizmente, ainda no presente, haja quem use Deus para tapar os buracos da ignorância, científica e não só. Deus, está visto, não se agarra deste modo e não é um “tapa-buracos”.

JP in Ciência Espiritualidade Frases 10 Novembro, 2020

criação e autonomia

O Deus a quem os cristãos dão crédito é a explicação última do universo e da vida, mas respeita a autonomia e a liberdade do Universo e dos seres que criou e está a criar. Não faz tudo porque toma a sério a nossa liberdade. Criou um universo em evolução e respeita a autonomia das suas leis e processos. “Saberá” tudo? Não saberá senão o que se pode saber? Saberá como vou decidir viver a minha vida nos próximos tempos? Espera para ver e respeita as decisões que eu tomar? (apesar da Sua realidade superar a nossa limitação espaço-temporal) … um mistério de Fé!…

JP in Espiritualidade Frases Sem categoria 28 Outubro, 2020

Mostrai-nos, Senhor, o Vosso rosto

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 79

“Mostrai-nos, Senhor, o Vosso rosto”, cantamos no refrão do Salmo. Conhecer o rosto de alguém é condição para uma relação, para uma entrega, para um compromisso de amor. O rosto de Deus é, para nós cristãos, o rosto de Jesus. A imagem de Jesus que nos é transportada pela História, pela tradição, pela arte, ou até pelos filmes que recriam a Sua vida pode não corresponder fielmente à realidade. Há traços, contudo, que convém ter presentes: o rosto da misericórdia, o rosto da tolerância, o rosto da paz, o rosto do incentivo para recomeçar, o rosto do abraço. O rosto que não impede o atrito na liberdade mas é promessa de companhia. Estes traços do rosto do nosso Deus deverão ser observados por nós e evitar visões faciais que Deus não tem, como a do medo, a da imposição ou a da austeridade inconsequente.

JP in Espiritualidade Frases 4 Outubro, 2020

Silêncio

SILÊNCIO

O silêncio

traz o vento.

O silêncio

traz o fundo

traz o meu

pequeno mundo

para além.

O silêncio

traz novidade

traz Deus.

…in Paiva, J. C. (2000), Este gesto de Ser (poesia), Edições Sagesse, Coimbra.

acessível aqui

 

JP in Espiritualidade Poemas 30 Setembro, 2020

Por Vós suspiro, como terra árida, sequiosa, sem água

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 62

Encontramos no Salmo uma imagem muito real de nós próprios:
“terra árida, sequiosa, sem água”. De facto o nosso coração tem uma sede eterna do eterno e esse desejo e essa carência que nos move, na fé e na vida. Quando as nossas apostas se dirigem ao provisório, ao precário, ao passageiro, a terra é regada mas logo seca com o Sol árido da própria vida. É a secura que se torna constante. Há que procurar, pois, para esta terra sedenta que somos, uma fonte, uma fonte de água viva. Para os cristãos, é Cristo esta nascente contínua, que nos rega a cada instante, que nos mata a secura, que nos torna carentes-desejantes-saciados, agora e para sempre.

JP in Espiritualidade 30 Agosto, 2020

grande dádiva

Deus não só arrisca em nós como, em certo sentido, se busca a si mesmo em nós…esta em nós… Eis a grande dádiva…

JP in Espiritualidade Frases 28 Agosto, 2020

O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 144

O salmo 144 caracteriza de forma muito bonita o indizível que é Deus: um Deus clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade. Um Deus paciente que nos convida a recomeçar, que nos dá a mão direita e que contraria a nossa tendência autodestrutiva face aos nossos desvios (às vezes sinistros). O nosso Deus não se impõe mas antes nos convoca para O coadjuvarmos na história. Por isso somos convidados, hoje, homens e mulheres a ser também nós pacientes e cheios de bondade para com todos os outros.

JP in Espiritualidade 2 Agosto, 2020