ciência: how e não why…

A ciência, convém referir, autoafirma-se, também, com a clarificação dos seus limites. Mais focada na funcionalidade do mundo como objeto, a ciência responde a questões do tipo how e não do tipo why

JP in Ciência 16 Junho, 2022

futuro não decidido…

Heisenberg, pensador crucial da mecânica quântica, ajuda-nos a rever o conceito de potencialidade: o futuro não é só desconhecido… é  não decidido…

JP in Ciência 16 Maio, 2022

Lawrence e o universo do nada…

Lawrence desenvolve a famosa tese não crente do “universe from nothing”. Mas o que será o nada para Lawrence? O nada físico? O nada filosófico? Flutuações quânticas? Para mim, talvez ignições de amor criativo…

JP in Ciência Frases 6 Abril, 2022

o homem, a máquina e Deus

A inteligência artificial, os super-computadores e as biomáquinas estão aí. Até que ponto passarão a fazer cada vez mais parte da nossa identidade de seres humanos? Até que ponto se dará a fusão entre máquinas e seres humanos? Poderão as máquinas inteligentes do futuro ter consciência? Poderão ajudar-nos a resolver, mais facilmente do que agora acontece, não apenas complexos cálculos matemáticos, mas complexos dilemas éticos? Perguntarão, como nós, qual o sentido profundo e fundamental do universo e da vida? Quererão saber se existe Deus? Quererão relacionar-se com Ele? Poderão encontrar uma prova da sua existência? Poderá parecer que todas estas questões pertencem ao reino da ficção, que nunca se tornará realidade. Se, porém, considerarmos que o universo e a vida continuam a evoluir e que Deus continua a criá-los, quem somos nós para decidir o que Deus, através dos homens (mais ou menos apoiados tecnologicamente), criará no futuro?…

JP in Ciência 10 Março, 2022

Espectro

Espetro

 

O espetro

é esperto

pois diz

o que é

a sua raiz.

A luz,

acertada,

dança

com matéria,

na esperança

de ir perto.

O que sai

dessa dança

é coisa

bem séria:

dançam

os átomos,

com a radiação,

o espetro

te dá

a informação.

Transporta

consigo

o que é,

donde vem,

e dados

escondidos

que vão

mais além.

O teu espetro,

óh humano,

o outro

é que sente,

não é improviso.

Sincero, a metro

teu espetro

de gente

será

um sorriso…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 22 Fevereiro, 2022

energia livre

A capacidade preditiva em ciência é um dos seus grandes trunfos. Há critérios de tendência para energia mínima e de tendência para entropia (grau de desordem, grosso modo) máxima. Determina crucialmente a ocorrência ou não de um processo saber qual a “energia livre” posta em jogo…

JP in Ciência Química 30 Dezembro, 2021

dataísmo

Os analistas de dados são a profissão do futuro, dizem. Fala-se até em ‘dataísmo’, como paradigma do conhecimento. A ciência, na senda de uma tradição sua, desenvolve padrões e dá indicações daquilo que serão as profissões da chamada quarta geração. A meta-questão e o meta-desafio continuarão, mesmo nestes outros paradigmas dataistas: importará sempre, conhecendo mais e melhor, promover a criatura humana…

JP in Ciência Frases 16 Dezembro, 2021

Sal da terra

Sal de terra

 

Gostava de ser

cloreto de sódio!

Sal da terra

assim dizia Vieira.

Dar sabor,

metido,

ser solução.

Sem sal,

corrupção,

sem sal,

não há paladar.

Gostava de ser

cloreto de sódio.

Ião sódio,

ião cloreto.

Assim, sal,

me meto

no mundo.

Dissolvo-me,

confundo

mas não

vou ao fundo…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

 

JP in Ciência Poemas Química 22 Novembro, 2021

alquimia e ciência contemporânea

Poderá ser um tanto precipitada a satirização básica da procura da eternidade por parte dos alquimistas. É certo que a clarificação da ciência e da sua metodologia não abrem espaço razoável para qualquer alquimia contemporânea. A tentativa de substancializar a eternidade é uma confusão metodológica em si própria. Mas é curioso notar que, em última instância, particularmente por via da biologia, das neurociências, da farmacologia e da medicina, a ciência continua a ter, em certo sentido, uma agenda de evitamento da morte… As biomáquinas e as associações bionanotecnológicas para perpetuação/substituição de órgãos humanos deteriorados leva-nos à noção de ‘amortalidade’ , com toda a sua conflitualidade tensional ética. Uma certa alquimia do século XXI, convenhamos…

JP in Ciência Frases 26 Outubro, 2021

Reacção

Reação

 

Sou química.

O meu desejo maior

é o de me

transformar.

Planta

que morre

cresce.

Assim acontece

se me deixo

transformar.

Sou química…

in Paiva, J. C., Quase poesia quase química (2012) (e-book). Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química.

acessível aqui (porventura enriquecido com uma ilustração)

JP in Ciência Poemas Química 16 Setembro, 2021