Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Jo 10, 1-10

«Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância»

A liturgia enfatiza Jesus como Mestre e guia, como o (Bom) Pastor do rebanho, que somos nós. Contrariando alguns vestígios desinteressantes na catolicidade de erratismo no amor de Deus, aqui se evidencia que Deus, é só e só mesmo um Deus de vida. Ele quer que tenhamos vida. Não uma vida qualquer, não “uma vida e pronto!” mas uma vida de abundância. A vida de abundância representa também a vitória sobre a morte, experimentada pelo próprio Jesus. A nossa vida tem um potencial de espelhar a abundância que Jesus quer para nós. Pode ser um excelente programa de vida fazer do tempo, do espaço e dos nossos gestos escritos em cada segundo e em cada metro quadrado, sinais da abundância amorosa para com todos.

Pode ser mais difícil ver ou experimentar esta abundância nos tempos que vivemos. Mas notemos, por exemplo, a abundância de valor da vida que se respira, com a atenção aos mais frágeis, colocados em primeiro lugar, antes de muitos outros interesses? A abundância de vida é um franco e óbvio sinal da abundância de Deus…

JP in Espiritualidade Frases 2 Maio, 2020

nada é grave

“nada é grave” poderia ser um pulsar existencial, um mantra, um respirar interior. Em rigor, vivemos e vamos treinando essa atitude. No limite, poderemos, moribundos, morrer como vivemos, fruindo esse segredo e essa prática: “nada é grave”…

JP in Frases 28 Abril, 2020

pensando que era o jardineiro

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 24, 13-35

«pensando que era o jardineiro»

Um dos traços comuns das aparições de Jesus é o facto de Ele aparecer, muitas vezes, “disfarçado”. É o caso do diálogo travado com Maria Madalena. Ela julga estar a falar com um jardineiro e com ele desabafa o seu desalento e a sua preocupação. É questão teológica curiosa e complexa esta de um Deus que quase se esconde. Revelar, aliás, é ir tirando o véu… Traduzível na vida dos cristãos é a pergunta metafórica: quantos jardineiros se atravessam sem que os vejamos, anunciando a ressurreição?

JP in Espiritualidade Frases 26 Abril, 2020

cresceremos todos

Em tempos pascais de pandemia global e de desafio universal de maturação coletiva, brotante da fragilidade humana, seria uma boa síntese da esperança cristã e da ressurreição o seguinte lema: “cresceremos todos!”.

JP in Frases 24 Abril, 2020

nobreza de confinamento

Há uma nobreza particular, nestes tempos de confinamento em pandemia, que importa sublinhar: sem nunca ter feito contas precisas, diria, em boa aproximação, que a probabilidade de uma pessoa jovem morrer em virtude do covid19 é inferior aquela de morrer igualmente, noutros tempos, atropelada ou em acidente de viação (e, então, arriscava sair-se à rua…). Ora, assim sendo, principalmente os jovens, fazem quarentena pelos seus avós (latus sensus). Bonita, humana e divina (se quisermos), esta alteridade pelos mais frágeis… Que nos anime a todos a resignificar esta clausura.

JP in Frases 20 Abril, 2020

viviam unidos e tinham tudo em comum

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se At 2, 42-47

«viviam unidos e tinham tudo em comum»

 

As primeiras comunidades cristãs eram convidadas a uma vida de partilha e de unidade. Na verdade, esta era (este é!) o fruto da Páscoa… Ter em comum é tão libertador quanto difícil de concretizar. É impressionante constatar, a título de exemplo, o número de ‘corta-relvas’ que existem numa rua de casas com jardins, sendo que um só, partilhado, sobraria… O excesso de bens que possuímos, ainda por cima, em muitos casos, à custa de extorsões da natureza que, pelo menos indiretamente, afetam os mais pobres, são uma provocação adicional para esta Páscoa da partilha.

JP in Espiritualidade Frases 18 Abril, 2020

Pai nosso auto-responsabilizante

Sempre desejei ensaiar um “Pai Nosso” em versão responsabilizante. Seria uma oração incompleta, porque, a menos do “Nosso”, lhe falta maior grau de sublinhado do ‘nós’ e apresenta uma assumida desproporção da expressão “eu”. Mas seria assim:

Pai Nosso, que estás em mim.

Reconheça eu a Tua bondade existente.

Acolha eu os Teus critérios

em tudo aquilo que realizar, hoje e sempre.

Deixe-me eu perdoar pelo Teu perdão

assim inspirador para o perdão aos outros.

Saiba eu viver pleno na tentação

promovendo o Bem, que és Tu. 

JP in Espiritualidade Frases 14 Abril, 2020

Não está aqui: ressuscitou

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Mt 28, 1-10

Não está aqui: ressuscitou

A Páscoa, mais confinada numa intimidade familiar ou mais pública, em comunidades maiores, é sempre a afirmação vivida de que a morte não vence. Nenhum contratempo, nenhum vírus, nenhuma contenção, nenhuma indefinição, serão a última palavra. O Evangelho poderia ter escrito, sobre a ida ao túmulo por parte das mulheres: “a morte não está aqui, ressuscitou…”

Páscoa é ponte, passagem. Da morte à vida. É a ponte do serviço, que só o é se for muito concreto. Em tempos, tentei ser concreto com sugestões para crianças, que fossem exemplos possíveis de ‘pontes de serviço’.  Hoje reconheço que podem fazer sentido, também para mim:
1-      Eu tinha o poder de me armar que tive boa nota no teste mas posso servir ajudando os colegas com mais dificuldades.
2-      Eu tinha (e tenho) o poder de andar de carro porque os meus pais têm carros mas posso servir a natureza e andar mais a pé.
3-      Eu tenho poder de gritar e dizer disparates e até ofender mas posso servir, escutando mais e dizendo coisas agradáveis aos outros…
4   Eu tenho o poder de gerir as minhas coisas e ficar com elas só para mim mas posso servir e emprestar ao irmão, ao vizinho, à amiga.
5-      Etc.

JP in Espiritualidade Frases 12 Abril, 2020

medo…

Será honesto que qualquer um de nós, talvez tendo que se despir de heroísmos do tipo religioso ou outro, assumir o seu medo. Sentir medo, é pois, vital e humano. O que é evitável, porque dramático, é ter medo. Isto é, apropriar e apropriar-se do medo. Ficar com ele – o medo – retê-lo, congelar ali, refém e preso…

JP in Frases 8 Abril, 2020

interfragilidade

Para esta crise coronavirus ocorre-me, no diagnóstico, um neologismo: interfragilidade. Para a ‘resposta’ há silêncio, há recolhimento, há reflexão, há rendição, há ação e há morte e há vida. O ‘de sempre’, em maior intensidade…

JP in Frases 2 Abril, 2020