esforçai-vos por entrar na porta estreita

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 13, 22-30

«Esforçai-vos por entrar na porta estreita»

A “porta estreita”, bem o sabemos, não é a mais fácil de passar. 
Certo é que a vida nos vai mostrando que o “mais fácil” (porta larga) nem sempre anda de mãos dadas com “o melhor para nós”. Da gestão dos bens materiais, a múltiplos compromissos, à relação com os outros, passando pela saúde do nosso corpo ou pela vivência da nossa sexualidade, vamos experimentando isto mesmo. O facto da “porta ser estreita”, porém, deve ser motivo de gozo e não de drama para nós próprios. Uma fasquia alta vale pelo prazer e pelos frutos de a superar e nunca pela estéril e culpabilizadora sensação de que se não consegue ultrapassar…

JP in Espiritualidade Frases 24 Agosto, 2019

vim trazer a divisão

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 12, 49-53

«Vim trazer a divisão»

As palavras de Jesus escritas no Evangelho de Lucas parecem
 um equívoco. O mesmo que diz “Eu dou-vos a minha paz” anuncia também que a sua vida-morte-ressurreição vem trazer uma divisão entre os homens. Este aspecto da proposta de Cristo deve-nos fazer pensar que a postura, afinal passiva, do tipo “está sempre tudo bem”, pode não ser a mais indicada. Por vezes, em nome do amor, importa não ser ingénuo, separar o “trigo do joio” e, nesse sentido, dividir. A liberdade dos homens abre espaço ao bom e ao mau e podemos esperar, face a muitos gestos e posturas, que algumas propostas cristãs, feitas em nome da paz, gerem a divisão dos homens.

JP in Espiritualidade Frases 18 Agosto, 2019

estai vós também preparados

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 12, 32-48

«Estai vós também preparados»

O Evangelho conta-nos a parábola de um Senhor que pode vir quando menos espera o seu servo (que somos cada um de nós). O estilo de preparação a que um Cristão está convidado, não é da ordem do medo do castigo infernal, do prémio ou do mérito. A preparação da vida espiritual, pessoal e comunitária é um trabalho da ordem do já, do aqui e do agora. É um processo… Há um Encontro que se pode fazer, que se pode antecipar desde já. Esse Encontro, que se vai fazendo e que só pode crescer na intensidade, é o Encontro que importa.

JP in Espiritualidade Frases 10 Agosto, 2019

A vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 12, 13-21

«A vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens»

O Evangelho fala-nos do desprendimento e do desapego espiritual dos bens. É uma linha de rumo que serve para os bens materiais, mas não só. Certos dons, relações, afectos são também para serem partilhados. No olhar Cristão, tudo serve para irradiar, nada serve para possuir. A parábola do agricultor que, em vez de partilhar a sua abundância, constrói maior celeiro para mais acumular, é de uma grande força, pela explicitação de quanto é estéril “guardar para si”. E nós, quando temos as nossas “colheitas”, tendemos a partilhar ou construímos “novo celeiro”?…

JP in Espiritualidade Frases 4 Agosto, 2019

Quando Vos invoco, sempre me atendeis, Senhor

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 137

«Quando Vos invoco, sempre me atendeis, Senhor»

A vida de oração de um cristão, porque é uma relação, pressupõe a petição. Pedir é uma atitude fundamental em qualquer relação, embora pressuponha humildade. Quem entende que tem tudo, é autossuficiente e não pede… Pedir a Deus com um coração puro é certeza de receber. Será importante “não manipular”, isto é, embora colocando explicitamente o que acontece e se elabora, o que preocupa e o que se tece no tempo e no espaço, não deixar de ser sempre um pedir “o que for melhor para mim e para os outros”, o que é, por sua vez, intrinsecamente indeterminado… De alguma forma, pedir em oração, com fé, é passar um cheque em branco. A quem pedir assim, o Senhor atende…

JP in Espiritualidade Frases 28 Julho, 2019

mandarei vir água, para que possais lavar os pés e descansar debaixo desta árvore

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Gen 18, 1-10a

«Mandarei vir água, para que possais lavar os pés e descansar debaixo desta árvore»

Abrão (que passa a Abraão – com dois’a’s – quando é Pai de todos os povos – e não apenas de um povo) poderá ter alguma historicidade. Mesmo assim vale sempre o lado simbólico e religioso (o concordismo histórico-religioso cairia desde logo com a idade dele – simbólica – de centenas de anos). Era um errante beduíno do deserto que, pela escuta, nos aponta para o monoteísmo e para a terra prometida. Na leitura do Antigo Testamento que a liturgia nos sugere vemos um Abraão atento à hospitalidade. Há uma hospitalidade relevante que tem a ver com o acolhimento do outro. No texto presente, o hóspede é o próprio Deus e, no cristianismo, torna-se óbvio e angular, que o a hospedagem de Deus e a hospedagem dos homens se confundem…

JP in Espiritualidade Frases 20 Julho, 2019

quem é o meu próximo?

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 10, 25-37

«quem é o meu próximo?»

A réplica do doutor da lei, quando Jesus invocou o antigo mandamento (“…e ao teu próximo como a ti mesmo”) é uma pergunta que nos pode server como revisão existencial continua: “Quem é o meu próximo?”. Na teoria, conhecemos já a resposta, sabiamente transmitida por Jesus na parábola do bom samaritano. Mas, na prática, quantas vezes nos esquecemos dos nossos próximos?… Em particular, como pessoa religiosa, pergunto-me: quantas vezes há envolvimento em heroicas missões apostólicas e esquecemos os que vivem em nossa casa, no nosso bairro ou no nosso trabalho, precisando de nós?…

JP in Espiritualidade Frases 14 Julho, 2019

nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se II Gal 6, 14-18

«nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura»

Paulo, a quem devemos a institucionalização da Igreja, com as suas vantagens e custos (…), apresenta-nos nas entrelinhas uma proposta cheia de valor dialogante e de potencial inter-religioso: “nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura”. O que estaria em causa naquela comunidade era, precisamente, o (sobre)valor dos rituais e das externalidades. O que Paulo nos diz, é que o que tem valor, é a abertura à novidade. Acrescento eu: é a abertura ao outro, à outra cultura, à outra religião, ao outro veículo que, acreditamos, caminha na mesma estrada ou, pelo menos, para o mesmo fim…

 

JP in Espiritualidade Frases 6 Julho, 2019

Senhor: queres que mandemos descer fogo do céu que os destrua?

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Lc 9, 51-62

«Senhor: queres que mandemos descer fogo do céu que os destrua?»

Jesus e os discípulos dirigiram-se a uma povoação na Samaria, não tendo sido bem recebidos. Tiago e João, ou por amarem e quererem defender o Mestre, ou por certa imaturidade no amor, logo sugeriram: “Senhor: queres que mandemos descer fogo do céu que os destrua?”. Jesus, porém, repreendeu-os. Há na nossa vida e principalmente no nosso interior, laivos parecidos com a aproximação de Tiago e João. São os nossos cenários imaginados (às vezes com sequência), em que bem desejaríamos surdas vinganças e insucessos para aqueles que nos recebem mal. O primeiro passo na gestão da nossa interioridade é a assunção e mesmo a autovalidação. Curto-circuitar o que sentimos e o que na realidade somos, incluindo os nossos pensamentos, com um tamponamento moral, não é normalmente libertador. Posto isso, trabalhar interiormente e apostar neste não rancor, é estar em sincronia com Jesus.

JP in Espiritualidade Frases 30 Junho, 2019

enviai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a face da terra

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Slm 103

«Enviai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a face da terra»

Há no salmo que hoje rezamos liturgicamente um rasgo interessante no judaico-cristianismo: trata-se duma cumplicidade entre o Espírito e a terra, entre o transcendente e o imanente. Uma fusão entre o real e o sagrado. “Esticando a corda” da inspiração, com intenção deliberadamente catequética, potencialmente ajustadora de religiosidades muito etéreas, de misticismo duvidoso e desligadas da vida, seria bom colocarmo-nos na senda de escutantes do Espírito Santo que, claramente, fala na e pela realidade. Dentro e fora do fenómeno religioso, vou ficando com a ideia de que se apostam em simbolismos mais ou menos mágicos, desligados do que somos. Pelo contrário, o sopro dá-se na matéria e os sinais da sede do Espírito topam-se numa terra que comunica…

JP in Espiritualidade Frases 8 Junho, 2019