Coragem! Sou eu. Não tenham medo!

   Espiritualidade

Na liturgia católica romana deste fim de semana escuta-se Mt 14, 22-33

A passagem do Evangelho em que Jesus caminha sobre as águas é, antes de mais, uma convocatória para reconhecer a possibilidade de um Deus-amor que caminha sempre com cada um, mesmo quando as águas da vida estão agitadas. Há uma conhecida tensão entre a fisicalidade eventual dos relatos evangélicos e a projeção simbólica que lhes podemos dar. No presente caso torna-se secundário ou mesmo insignificante a fixação na realidade da cena: importa, e muito, que este ‘surfar’ de Cristo nas ondas da vida de todos nós pode ser uma viagem não só dinâmica, mas de medo amparado e, além de tudo mais, com um sentido…

Tags |